25 de abril de 2019

Gaviões que voam muito alto

Nas horas mais quentes da manhã, uma ampla variedade de aves de rapina podem ser observadas em voos circulares. Desde águias-florestais raras como o gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus) até gaviões pequenos e discretos. Alguns indivíduos estão simplesmente patrulhando o território, outros se deslocando, caçando, e dependendo da época do ano e do comportamento, podem estar migrando ou executando voos nupciais.

Alguns gaviões podem voar incrivelmente alto (acima dos 2 km de altura), quase invisível a olho nu, passando facilmente despercebidos pelos observadores de aves e ornitólogos.

Em março de 2018, durante um trabalho de campo no norte de Goiás, registrei um gavião-de-penacho (S. ornatus) voando muito alto. Na ocasião, por volta das 10:00 h, eu estava em um brejo em meio a uma pastagem observando aves aquáticas. Até que ouço um som familiar, vindo de muito longe, com volume muito baixo. Logo me dei conta que era a vocalização do gavião-de-penacho.

Desesperadamente procuro pelo gavião vasculhando todo o céu com o uso do binóculo. Depois de muita procura encontro a ave, um “pontinho minúsculo” voando extremamente alto. Com muita dificuldade consegui fotografar. Fato é que se o gavião-de-penacho não estivesse vocalizando possivelmente teria passado despercebido por mim.

A maioria dos rapinantes não tem costume de cantar enquanto voam, o próprio S. ornatus só vocaliza em situações bem específicas, na maioria das vezes relacionadas ao período reprodutivo. Dessa forma, se a ave cruzar o céu voando muito alto, e não vocalizar, a possibilidade dos observadores não perceber a ave é muito alta.

Como evitar subamostragem de gaviões que voam alto?

Uma dica importante é “varrer o céu” com o binóculo/câmera quando começar a surgir os urubus em voo, atentando-se a qualquer pontinho minúsculo diferente voando entre eles. É muito comum gaviões voar junto com os urubus, normalmente aproveitando a mesma térmica.

Geralmente o período entre o final da manhã e o início da tarde (9:00 às 13:00 h) é o mais interessante. Esse é o horário que as correntes de ar ascendentes estão mais presentes e essas aves aproveitam para subir, planar e se descolar pelo seu território. Também é importante conhecer as vocalizações dos gaviões. Foram inúmeras vezes que só percebi a presença de um gavião em voo por causa de sua vocalização.
Sempre importante estar atento a qualquer ave voando alto no céu. É comum encontrar gaviões voando junto com os urubus. Na imagem, um gavião-pato (Spizaetus melanoleucus) voando próximo de urubus (Coragyps atratus). Foto: Willian Menq
Vale ressaltar que, para observar aves de rapina em voo é importante estar em um local adequado. O ideal é permanecer em um ponto com um bom campo de visão, como na borda de uma floresta, no alto de uma torre de observação, trilha suspensa, no interior de vales, encostas, e etc. Também é necessário um binóculo (ou luneta) e uma câmera com um bom zoom (lente a partir de 400 mm ou compactas com zoom a partir de 40 x).

Um comentário:

  1. Bom dia
    Como posso introduzir gavioes quiriquiri aqui em Maceio
    O objetivo é reequilibrar o ambiente que hoje está infestado de pombas
    Obrigado desde já por sua atenção

    ob: meu zap é 82 99972 8182

    ResponderExcluir