25 de abril de 2019

Gaviões que voam muito alto

Nas horas mais quentes da manhã, uma ampla variedade de aves de rapina podem ser observadas em voos circulares. Desde águias-florestais raras como o gavião-de-penacho (Spizaetus ornatus) até gaviões pequenos e discretos. Alguns indivíduos estão simplesmente patrulhando o território, outros se deslocando, caçando, e dependendo da época do ano e do comportamento, podem estar migrando ou executando voos nupciais.

24 de abril de 2019

Primeiro registro do gavião-de-asa-larga (Buteo platypterus) no Ceará

Foto: Jocier Araújo
O gavião-de-asa-larga (Buteo platypterus) é um migrante raro e pouco conhecido no Brasil. No nosso país aparece na região amazônica e algumas localidades da região sul/sudeste, entre os meses de outubro e abril, oriundo da América do Norte.

Em janeiro desse ano, o observador de aves Jocier Araújo fotografou um indivíduo adulto no município de Tianguá, Ceará. Trata-se do primeiro registro conhecido da espécie para estado do Ceará, também o primeiro para a região nordeste.

6 de fevereiro de 2019

O comportamento de brincar do falcão-de-peito-laranja

Foto: Kennia Mariela.
No mês passado, no município de Aragarças/GO, a observadora de aves Kennia Mariela encontrou dois jovens falcões-de-peito-laranja (Falco deiroleucus) e registrou alguns comportamentos inéditos para a espécie.

A observadora encontrou os falcões empoleirados em uma árvore seca na área rural da cidade. Eram indivíduos jovens, com idade estimada em 80-90 dias (geralmente saem do ninho com 60 dias de vida), oriundos de algum ninho da região.

14 de janeiro de 2019

Casal de harpias confinadas em um pequeno fragmento florestal

Foto: Carlos Tuyama.
Em Rolim de Moura, Rondônia, um casal de harpias sobrevivem em um fragmento florestal de pouco mais de 350 hectares (3,5 km²). O casal possui um ninho ativo no fragmento, que é cercado por pastagens e lavouras de soja. Possivelmente seja uma das menores áreas a suportar um casal de harpia reproduzindo-se.

Carlos Tuyama, pesquisador do Projeto Harpia - Núcleo Rondônia, está monitorando esse e outros 11 sítios reprodutivos de harpias na região, sendo desses 7 ninhos ativos.