22 de agosto de 2016

Aves que imitam o canto de falcões

Ouviu um falcão-relógio (Micrastur semitorquatus) ou falcão-caburé (Micrastur ruficollis) cantando? Atente-se, pode ser outra ave imitando-os!

*por Willian Menq.
A imitação de cantos de espécies alheiras é comum entre as aves brasileiras, especialmente nos emberezídeos, icterídeos, turdídeos, mimídeos, corvídeos, pscitacídeos, cuculídeos e ranfastídeos. No caso dos icterídeos e corvídeos, as imitações podem incluir o canto de alguns rapinantes florestais, especialmente os do gênero Micrastur.

No interior do Paraná, já ouvi inúmeras vezes gralhas-picaça (Cyanocorax chrysops) imitando o canto de falcão-relógio (Micrastur semitorquatus). Parece que esta gralha é a mais conhecida por imitar o falcão-relógio, e suas imitações costumam ser muito boas. Confesso que na primeira vez que ouvi gralhas-picaça imitando M. semitorquatus, logo no início de minha carreira ornitológica (por volta de 2007), fui "enganado"! Lembro-me que empolgado e na intenção de observar o falcão de perto, caminhei cuidadosamente até a árvore de onde vinha o som, e para minha surpresa (e infelicidade) só haviam gralhas, que saíram todas voando. Em um caso mais recente, durante um trabalho de campo no interior do Tocantins, ouvi um xexéu (Cacicus cela) imitando um falcão-caburé (Micrastur ruficollis).

Essas imitações normalmente são compostas por notas mais curtas, baixas e não tão "fortes" como as dos falcões Micrastur, também são geralmente acompanhadas por outros tipos de cantos, indicando ser uma imitação. Mesmo assim é importante verificar, já que não é incomum aves vocalizando em algazarra na mesma árvore que está pousado um falcão (realizando Mobbing behaviour).


Som de uma gralha-picaça (C. chrysops) imitando o canto de um falcão-relógio (M. semitorquatus).
Gravado por: Rafael Martos Martins, Pirajuí/SP.






Som de um falcão-relógio (M. semitorquatus) cantando.

Gravado por: Sjoerd Mayer.


É muito provável que os xexéus e as gralhas também imitem o canto outras espécies de rapinantes, como o do gavião-bombachinha (Accipiter bicolor) e do acauã (Herpetotheres cachinnans), embora eu não conheça nenhum relato além das imitações de Micrastur. Essas imitações são aprendidas por experiência, dessa forma, o canto emitido por uma ave imitadora é um indicativo das espécies ocorrentes de um determinado local.


Por que imitar o canto dos falcões?
Acredita-se que a imitação do canto de falcões e de outras espécies é uma forma das aves aumentarem seu repertório vocal e se tornarem mais atrativas para seus parceiros. Esse é um atributo importante pois, como o macho leva algum tempo para aprender uma série de chamados de outras espécies, a fêmea que escolhe um macho com repertório maior pode estar simplesmente selecionando uma parceiro mais maduro e experiente, com vantagens para a sobrevivência e a perpetuação da espécie.

Falcão-relógio (M. semitorquatus) cantando no alto de uma árvore. Foto: W. Menq.

Então já sabe, quando ouvir um Micrastur cantando baixo e muito próximo, atente-se! Pode ser outra ave tentando impressionar uma parceira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário