19 de maio de 2016

O raríssimo gavião-de-rabo-branco “morfo ruivo”

*por Willian Menq.

Há plumagens tão raras que nem nos guias de campo são encontradas. Esse é o caso da chamada plumagem “morfo ruiva” do gavião-de-rabo-branco (
Geranoaetus albicaudatus). Ao contrario da tradicional forma escura, nesta os indivíduos têm o peito, o abdômen e os calções marrom-ruivo contrastando com a cabeça e costas cinza-escuras.

Raríssimo gavião-de-rabo-branco "morfo ruivo", Caraguatatuba/SP. Foto: Willian Menq
Essa variação de plumagem provavelmente é ocasionada pelo excesso de alguns pigmentos, como a eumelanina ou pheomelanina, que dão tonalidades marrom ou ruiva na plumagem dos rapinantes.

Conheço apenas uma meia dúzia de registros da espécie com essa variação. Creio que os “morfo ruivos” sejam subamostrados, já que de longe (voando alto) se parecem com o típico morfo escuro. Eu por exemplo, quase deixei de registrar esse morfo-ruivo da foto acima. Durante meus trabalhos de campo no interior de São Paulo, encontrei ele e outro indivíduo (forma clara) pousados no galho seco de uma árvore, muito longe de mim. Na distância que eu estava não dava para notar a olho nu o padrão marrom-ruivo do peito, somente com o binóculo notei que era um indivíduo de plumagem diferente. Na sequência, o casal alçou voo, planaram por cima de mim (quando tirei as fotos), e assim que os indivíduos atingiram uma altura razoável, era praticamente impossível de notar o marrom-ruivo do indivíduo escuro. Depois dessa experiência, fiquei mais atento com esses gaviões melânicos.

Outra foto interessante de um "morfo ruivo" pousado:

Voando alto, é muito dificil notar o padrão "ruivo" no peito do gavião. Caraguatatuba/SP. Foto: Willian Menq




Nenhum comentário:

Postar um comentário